Vem recapitular alguns dos assuntos mais importantes que foram e vão ainda ser dados nas aulas de H.G.P. Deixa comentários e sugestões e diverte-te com estas aprendizagens...
.mais sobre mim
.Assuntos do blog

. 1820

. 25 de abril

. a oposição ao estado novo

. a união europeia

. a vida nas cidades

. aprender e aplicar

. batalhas

. comunicações

. constituição de 1911

. ditadura militar

. evolução da bandeira nacional

. fichas de avaliação

. filmes

. generais

. guerra civil portuguesa

. imagens sobre a época da primeira repúbl

. império e monarquia absoluta no século x

. independência do brasil

. invasões francesas

. jogos

. liberalismo

. mapa cor-de-rosa

. o desastre da ponte das barcas

. o golpe militar do 28 de maio

. o luxo na corte de d. joão v

. o rei d. carlos

. parlamento

. portugal

. portugal durante o estado novo

. portugal no século xviii

. presidentes da 1ª república

. primeira república portuguesa

. rainhas e presidentes de portugal

. reis

. revolta do 5 de outubro de 1910

. salazar e o estado novo

. séc. xix

. século xix

. século xix - a vida no campo

. sites de história para consultares

. transportes

. webquest`s

. todas as tags

.pesquisar
 
.posts recentes

. Fichas de Avaliação

. Reis, Rainhas e President...

. JOGOS

.últ. comentários
Gosto de fazer exercicios de história e geografia ...
que bom faser exercicios de ciencias neste blog
olhe peço desculpa mas devem ser cegos porque o qu...
.Posts mais comentados
5 comentários
4 comentários
.arquivos
.HISTÓRIA

 

6º ANO
Aqui ficam “MAIS” sugestões de sites que podes consultar durante o ano e que, como já estás habituado, estão ligados aos conteúdos que encontras no teu manual de HGP. Agora que já estás no 6º ano tudo parece mais fácil!!!! Vá …. Não percas tempo, navega….
 
TEMA C
1. Império e Monarquia Absoluta no Século XVIII

http://www.ribatejo.com/hp/index.html
História de Portugal – geral
http://www.geocities.com/atoleiros/
História de Portugal – geral
http://www.geocities.com/Athens/Atrium/2046/aqueduto.html
Aqueduto das Águas Livres
http://museudaagua.epal.pt/museudaagua/index.htm
Museu da Água
http://www.instituto-camoes.pt/cvc/azulejos/
A arte do azulejo em Portugal

2. Lisboa Pombalina
http://www.ribatejo.com/hp/index.html
História de Portugal – geral
http://www.geocities.com/atoleiros/
História de Portugal – geral
http://www.instituto-camoes.pt/revista/revista15s.htm
Cronologia da vida do Marquês de Pombal

3. 1820 e o Liberalismo
http://www.ribatejo.com/hp/index.html
História de Portugal – geral
http://www.geocities.com/atoleiros/
História de Portugal – geral
http://zeroum.no.sapo.pt/1820_liberalismo/Objectivos.htm
Actividades sobre as Invasões Francesas, a Revolução Liberal de 1820 e o Liberalismo
http://www.redemuseusloures.com/rml/r_inve_5.html
Linhas de Torres
http://www.redemuseusloures.com/rml/r_inve3.html
A imprensa portuguesa e as Invasões Francesas
http://www.napoleon-series.org/military/virtual/c_rolica.html
http://www.napoleon-series.org/military/virtual/c_vimeiro.html
http://www.napoleon-series.org/military/virtual/c_coa.html
http://www.napoleon-series.org/military/virtual/almeida/c_almeida.html
http://www.napoleon-series.org/military/virtual/c_sabugal.html
http://www.napoleon-series.org/military/virtual/c_freineda.html
http://www.napoleon-series.org/military/virtual/c_freineda1.html
Invasões francesas (páginas em inglês)

4. Portugal na Segunda Metade do Século XIX

http://www.ribatejo.com/hp/index.html
História de Portugal – geral
http://www.geocities.com/atoleiros/
História de Portugal – geral
http://zeroum.no.sapo.pt/Portugal_sec_XIX/sb8_Portugalsecxix_principal1.htm
Actividades sobre Portugal no século XIX
http://www.historia-energia.com/
História da produção e distribuição de electricidade
http://telefonia.no.sapo.pt/
História da rádio em Portugal
http://www.museusportugal.org/default.asp
Site com listagem de museus em Portugal
http://www.ipmuseus.pt/
Instituto Português de Museus
http://www.ippar.pt/pls/dippar/ippar_home
Instituto Português do Património Arquitectónico
 
TEMA D
1.A Queda da Monarquia e a 1.ª República
http://www.ribatejo.com/hp/index.html
História de Portugal – geral
http://www.geocities.com/atoleiros/
História de Portugal – geral
http://zeroum.no.sapo.pt/Republica/sb9_Republica_principal1.htm
Actividades sobre a queda da Monarquia e a 1.ª República
http://historiaaberta.com.sapo.pt/lib/doc003.htm
O UIltimato inglês
http://historiaaberta.com.sapo.pt/lib/doc012.htm
O regicídio visto por D. Manuel II
 
2. O Estado Novo
http://www.ribatejo.com/hp/index.html
História de Portugal – geral
http://www.geocities.com/atoleiros/
História de Portugal – geral
http://www.humbertodelgado.pt/
Fundação Humberto Delgado


3. O 25 de Abril de 1974 e o Regime Democrático
http://www.ribatejo.com/hp/index.html
História de Portugal – geral
http://www.geocities.com/atoleiros/
História de Portugal – geral
http://www.uc.pt/cd25a/
Centro de Documentação 25 de Abril
http://www.citi.pt/cultura/default.asp
Site sobre cultura portuguesa
http://www.facm.pt/mpm_museu.html
Fundação Cupertino de Miranda – Museu do Papel Moeda
http://www.presidenciarepublica.pt/pt/main.html
Presidência da República
http://www.parlamento.pt/
Assembleia da República
 
 
4. Portugal nos Dias de Hoje – Sociedade e Geografia Humana
http://www.ine.pt
Instituto Nacional de Estatística
http://imigrantes.no.sapo.pt/index.html
Imigração em Portugal
http://portugal.veraki.pt/
Informação histórica e geográfica sobre Portugal
http://www.aprendereuropa.pt/
A União Europeia para alunos e professores
http://www.cijdelors.pt/
Centro de Informação Europeia Jacques Delors
http://www.unicef.pt/
Comité da UNICEF em Portugal
http://www.cplp.org/
Site da CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portugues

 

"Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve  música, quem não encontra graça em si mesmo…"


Pablo Neruda

............................

Este Blog dedica-se à postagem de fotos,artigos e videos que circulam livremente na internet. Qualquer anomalia ou problema de funcionamento e/ou copyright não é da responsabilidade deste Blog, dado que o mesmo se baseia em hiperligações ou links. Eventuais reclamações e outras solicitações deverão ser feitas unica e exclusivamente nas respectivas fontes de origem.

00one.gif (3184 bytes)

Ana Márcia

Sábado, 18 de Junho de 2011
Império e monarquia absoluta no século XVIII

 

Império e monarquia absoluta no século XVIII

Durante o domínio filipino, os inimigos de Espanha (Holanda, Grã-Bretanha, França) ocuparam parte do Império Português, sobretudo a Oriente.

O Brasil veio então tomar o lugar que tinha antes a Índia na economia portuguesa. O açúcar, primeiro, o ouro e os diamantes, depois, eram agora as principais riquezas que chegavam ao reino.

Muitos milhares de colonos portugueses emigraram para o Brasil, na esperança de enriquecer.

Mas as plantações de açúcar e os engenhos exigiam muita mão-de-obra.

Os primeiros colonos tentaram utilizar os índios como mão-de-obra escrava. Mas estes, habituados à liberdade, não se adaptaram ao trabalho: revoltavam-se, adoeciam, fugiam... Foi de África que começaram a vir os escravos necessários à cada vez maior produção de açúcar.

Os primeiros colonos tentaram utilizar os índios como mão-de-obra escrava. Mas estes, habituados à liberdade, não se adaptaram ao trabalho: revoltavam-se, adoeciam, fugiam... Foi de África que começaram a vir os escravos necessários à cada vez maior produção de açúcar.

O principal comércio fazia-se, assim, através do Atlântico: os navios partiam de Portugal e dirigiam-se à costa africana, de onde levavam sobretudo escravos para o Brasil; daqui, traziam açúcar, ouro e diamantes.

Os escravos trabalhavam nas plantações de açúcar, nos engenhos e nas minas.

 

A MONARQUIA ABSOLUTA NO TEMPO DE D. JOÃO V

Durante o reinado de D. João V chegaram ao reino grandes quantidades de ouro e diamantes, vindos do Brasil. Também o comércio de açúcar, tabaco, vinho e sal dava grandes lucros. Isto tornou D. João V um rei muito poderoso e rico.

Passou a governar sem convocar Cortes e concentrou em si todos os poderes: o poder legislativo (fazer as leis), o poder executivo (mandar executá-las) e o poder judicial (julgar quem não cumpre a lei). Governou como rei absoluto.

A corte de D. João V tornou-se uma das mais ricas da Europa. Davam-se grandes banquetes, consumia-se café e chocolate, novidades da época, e rapé (tabaco moído). Nos bailes, dançava-se a pavana e o minuete ao som do violino ou do cravo. Jogava-se às cartas, às damas e aos dados. Assistia-se a sessões de poesia, de música e a representações teatrais. Era também muito apreciado o espectáculo das touradas e a ópera.

 

 

A sociedade portuguesa do século XVIII continuava dividida nos três principais grupos sociais que já conheces: nobreza, clero e povo.

 

A nobreza

A nobreza continuava a ser um grupo social privilegiado, que vivia dos rendimentos das suas propriedades.

Imitava em tudo o luxo da corte de D. João V: habitação, festas, banquetes, vestuário...

 

O clero

O clero era também um grupo social rico e poderoso. Com a protecção do rei, aumentou o número de mosteiros, conventos e igrejas.

Para além do culto religioso, dedicava-se ao ensino e à assistência aos necessitados. Presidia ao Tribunal da Inquisição que julgava todos os que não respeitavam a religião católica.

 

O povo

O povo vivia com muitas dificuldades, sobretudo no campo, devido aos baixos salários e aos muitos impostos. Continuava a alimentar-se sobretudo de pão, peixe e legumes. Eram pequenos comerciantes, artífices, camponeses, criados, aguadeiros, carregadores...

Este grupo social engloba também a alta burguesia que continuava a enriquecer com o comércio.

 

As grandes construções

O reinado de D. João V foi marcado pela construção de obras monumentais, possíveis devido ao ouro do Brasil.

O estilo da época é o Barroco que se caracteriza pela abundância de decoração e pelo uso de linhas curvas. Igrejas e palácios são decorados com talha dourada, azulejos e mármore.

Desenvolveu-se a ourivesaria, a cerâmica, a pintura, a azulejaria, o mobiliário, ...

 

 

 

LISBOA POMBALINA

 

D. José I sucede a D. João V em 1750 e nomeia primeiro-ministro Sebastião José de Carvalho e Melo, mais tarde Marquês de Pombal.

O reino encontrava-se numa grave crise económica: o ouro vindo do Brasil era cada vez menos, a agricultura produzia pouco e as indústrias eram poucas.

Comprava-se quase tudo ao estrangeiro.

 

Em 1755 (dia 1 de Novembro), Lisboa sofre um grande terramoto. A cidade ficou destruída e foi o Marquês de Pombal que tomou medidas para "cuidar dos vivos e enterrar os mortos ". Morreram mais de 20 000 pessoas e ficaram em ruínas cerca de 10 000 edifícios.

O próprio Marquês de Pombal acompanhou a reconstrução de Lisboa. Decidiu arrasar a "Baixa" e aí construir uma zona nova - a Lisboa pombalina - com características próprias:

ruas largas e perpendiculares, com passeios largos e calcetados;

edifícios harmoniosos, todos da mesma altura, com varandas de ferro forjado, e construídas com um sistema anti-sismos;

uma grande praça - a Praça do Comércio - construída no local do antigo Terreiro do Paço, onde iam dar as ruas "nobres" da cidade.

 

AS REFORMAS POMBALINAS

 

A grande capacidade para resolver problemas e a eficácia demonstrada após o terramoto pelo Marquês de Pombal, levaram-no a conquistar a confiança total do rei. D. José entrega-lhe o controlo do governo.

O Marquês de Pombal inicia então um conjunto de reformas destinadas a desenvolver o País e a afirmar o poder absoluto do rei.

 

Reformas económicas

instalou novas indústrias no país;

criou companhias monopolistas, controladas pelo estado (na área da agricultura, pescas e comércio), impedindo os grandes lucros que os estrangeiros vinham tendo em Portugal; exemplo: Companhia dos Vinhos do Alto Douro.

proibiu a exportação de ouro.

 

Reformas sociais

perseguiu a nobreza e o clero (sobretudo os Jesuítas, que expulsou do País), retirando-lhes bens e cargos, chegando a prender e executar alguns deles, para reforçar o poder do rei;

protegeu os comerciantes e os burgueses, e declarou o comércio como profissão nobre (1770);

proibiu a escravatura no Reino (1771), continuando a existir nas colónias.

 

Reformas no ensino

criou escolas "menores" (equivalentes ao 1º ciclo), por todo o país e reformou a Universidade de Coimbra;

foi dada maior importância à observação e experimentação;

fundou o Real Colégio dos Nobres.

Depois da morte de D. José I (1777), sua filha, a rainha D. Maria I, demitiu o Marquês de Pombal de todos os cargos que ocupava no Governo.

 

Execução dos Távoras

 

 

 

Expulsão dos Jesuítas

O Império Colonial Português no século XVIII e a Lisboa Pombalina

 
 
Queres testar os teus conhecimentos sobre o Império Colonial Português no século XVIII e a Lisboa do tempo do Marquês de Pombal????
 
Então Clica AQUI e diverte-te.

 

O IMPÉRIO PORTUGUÊS NO SÉCULO XVIII

Durante o domínio filipino, os inimigos de Espanha (Holanda, Grã-Bretanha, França) ocuparam parte do Império Português, sobretudo a Oriente.

O Brasil veio então tomar o lugar que tinha antes a Índia na economia portuguesa. O açúcar, primeiro, o ouro e os diamantes, depois, eram agora as principais riquezas que chegavam ao reino.

 

publicado por ana às 20:40
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar

 

se quiseres

dar sugestões

manda-me

um mail

 PROFESSORA

 

 mais blogs que fiz

  EGIPTO     História 5º ano     EVT e ET     Francês     Apresentações de História     aqui     Educação Física     profs     vários assuntos de história     História 6º ano     aqui      Pré-História     EDUCAÇÃO MUSICAL     Grécia     Professor     TIC     CIVILIZAÇÃO ROMANA     Criar um site grátis     Inglês     Língua Portuguesa - 5º e 6º     Ciências 5º ano     Educação para a Saúde     EMRC     Ciências 6º ano     Formação Cívica     meu blog pessoal     ESPANHOL     Matemática 5º e 6º     site grátis     ESTUDO ACOMPANHADO     Área de Projecto     História 7º  
.Vídeos de História

 

.Atlas

 Mapa-Múndi

.História Divertida

 

 
 
 
 
 
 
 

 

 

.e-mapps

 

Mapa Interactivo da Europa

aceder aos vários países da Europa
e a um conjunto variado de jogos
sobre os países da Europa.
 
 

 

Pesquisar

 

 

.Galeria de imagens

 

Galeria de Imagens para Trabalhos de História
 
 
.Para ver e ouvir...

Œ

Œ

Œ

Œ

.WEBQUESTS

 

          A vida portuguesa no séc. XIII

          Formação de Portugal

          A Revolta da Maria da Fonte

          A União Europeia

          Padeira de Aljubarrota

          Invasões Francesas


 
        A Chegada dos Portugueses ao Brasil

          A Herança Muçulmana

          A Península Ibérica Romanizada

          A Sociedade Portuguesa no séc. XIX

          A Vida na Corte

          D. Sebastião

          Grandes Personalidades da História de Portugal

          Lisboa Pombalina

          Lutas liberais

          Símbolos Nacionais Portugueses
 
          Os Descobrimentos Portugueses

          Os Descobrimentos Portugueses


       
  Era uma vez dois irmãos que lutaram pelo trono...

 

  EVOLUTION
  THE CAVE OF LASCAUX
  GREAT ARCHAEOLOGICAL SITES
  ESA KIDS
  BIBLIOTECA DE ALEXANDRIA
  NASA SCIENCE
  THE SMITHSONIAN EDUCATION
  VESTUÁRIO PORTUGUÊS DOS SÉCULOS XV E XVI
  GALERIA VIRTUAL DA CENSURA
  FREE RICE
  CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO 25 DE ABRIL
  ASSOCIAÇÃO 25 DE ABRIL
  MUSEU DO LOUVRE
  MOSTEIRO DOS JERÓNIMOS
  TORRE DE BELÉM
  CAPELA DE SÃO JERÓNIMO
 
.subscrever feeds